sexta-feira, 21 de maio de 2010

Falta de sorte

O azar batia à sua janela. Nunca o deixou entrar. Mas sente-se muito sozinha, às vezes. E ele nunca desiste.

2 comentários:

Flavinha disse...

Lindona, estava com saudades...
Vc estava sumidinha!
Mande notícias!

Beijocas de quem te ama muito!

Anônimo disse...

Que medo!